quinta-feira, 28 de maio de 2015

Leia GRATUITAMENTE O Romance Crônicas do Espaço Selvagem




Olá pessoal! Novamente aqui estou com mais um post no Falando de RPG. Hoje, gostaria de compartilhar com vocês um pouco da segunda escrita do meu romance de ficção científica que está sendo disponibilizada por mim em duas plataformas para escritores, o Widbook e o Wattpad. 

O romance foi inspirado no cenário caseiro que estou usando em minhas campanhas de Space Dragon, trata-se de um romance planetário que conta a história de um jovem escravizado por um Império Econômico chamado Meliora. Os Impérios Econômicos são empresas multi-galácticas que controlam também o governo do universo, manipulando mundos e pessoas em prol de seus lucros. 

O romance já está com quatro partes disponíveis para a leitura, meu desejo é que próxima semana mais alguma parte possa estar publicada e postada aqui também. Enfim, espero que gostem da leitura e não deixem de comentar, pois críticas e elogios são importantes nesta jornada.

Deixo aqui um trecho do Prólogo e logo abaixo os links para leitura, até mais!

PRÓLOGO

- Onde está o garoto, Sarah?- a voz de Jeremias estava embargada e trêmula.
- O que aconteceu? Porque você está falando assim?
- Precisamos sair daqui, pegue nosso filho, temos que partir agora.

Os olhos de Sarah pesaram, suas pálpebras poderiam romper em lágrimas a qualquer momento. Jeremias havia passado dos limites. As mãos de seu marido tremiam e sua cabeça virava para os lados a cada segundo, os lábios secos eram lixados por uma língua também seca. Jeremias não conseguia nem sequer sentar, se mantinha parado como um pedaço de madeira torcido.

- Apenas me diga que não está acontecendo o que eu estou pensando Jeremias.- disse, procurando as forças no útero.
- Me desculpe Sarah. Eu não pude controlar, foi mais forte do que minha consciência. - falou seu marido, desabando em lágrimas e grunhindo como um cão sem dono.
- Você apostou nossa casa?! Onde vamos viver Jeremias, já não bastasse sermos subcidadãos e termos que nos virar com o pouco da terra e dos animais que ainda nos restam?
- Filha, me perdoe. Se eu tivesse ganho nós ficaríamos ricos, poderíamos comprar nossa cidadania, mas eu perdi...
- E agora precisaremos sair de nosso lar!- falou Sarah e as lágrimas dançaram sobre seu rosto até alcançar seus lábios, dando sabor para a amargura das palavras.

Mas, Jeremias não respondera aquelas suas palavras. Havia algo mais. Tentou imaginar o que a doença do seu marido havia de ter feito com a família, mas não conseguiu, não havia mais nada de valor, nada mais...


- Não foi a casa que eu perdi no jogo, Sarah...

CONTINUE A LER AQUI OU AQUI

Se você gostou desse ou de outros posts não se esqueça de curtir nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/FALANDODERPG


quarta-feira, 27 de maio de 2015

+ 5 Livros de RPG Liberados para Download GRATUITO




Olá pessoal! O Falando de RPG tem voltado com tudo nessa nova fase e até agora o post que mais chamou atenção na comunidade de RPG foi aquele que trazia cinco opções de jogos gratuitos liberados para download. 

Sabendo disso e querendo cada vez mais aumentar a qualidade dos posts aqui do blog e também da blogosfera de RPG no geral, vou tentar fazer uma série de posts com jogos gratuitos, então, se você que me lê tem um jogo e deseja um espaço para divulgá-lo entre em contato através do e-mail: alvaro.botelho00@gmail.com com o assunto JOGO DE RPG PARA DIVULGAÇÃO NO FALANDO DE RPG e na próxima lista, incluiremos seu jogo também. 

Agora, vamos a lista


O primeiro jogo que figurará nesta lista é de autoria de um amigo, o Diogo do Pontos de Experiência. Bruxos & Bárbaros é um jogo baseado nas regras do D&D e dos seus retroclones, trazendo assim a simplicidade já bem estabelecida dos jogos chamados Old School, juntamente com algumas novidades bem interessantes. Um jogo bastante completo, o Bruxos & Bárbaros apresenta um cenário de fantasia medieval bem diferente do clássico molde tolkiano, pois se baseia principalmente nas histórias de fantasia pulp, de espada e feitiçaria e fantasia estranha; aqui os jogadores não são heróis, mas aventureiros, caçadores de tesouros, em busca de fama, glória, fortuna e poder.


O Fudge é um RPG que acho bastante interessante, criado por Steffan O'Sullivan e traduzido por Fábio Emílio Costa, este jogo é genérico e apresenta regras bastante adaptáveis que podem ser utilizadas da maneira que convier ao mestre. No fudge os atributos, as perícias e as habilidades ão adaptáveis ao gosto do mestre e da história, existem três modos de criação de personagens e várias opções de como rolar os dados, além de uma opção de como jogar sem rolar dados. 



O Fate RPG também é um jogo genérico que de certa forma bebe muito do Fudge, contudo, seu foco é mais localizado e a experiência de jogo com ele apresenta características que o tornam mais heroico. Bastante rápido, o Fate é um jogo que preza pela história inclusive na criação dos personagens e que coloca seus heróis em destaque através de mecânicas como Stress e Consequências. 


GURPS é um clássico e apesar de nunca ter jogá-lo é inegável seu valor para jogadores mais antigos, disponibilizado para download pela Devir, este RPG genérico não poderia de figurar por esta lista. 



O RPG Cidade Obscura é uma alteração e expansão do hack minimalista de fantasia clássica chamado “Mundo de Masmorras”, onde simulando jogos como Vampiro a Máscara, os personagens encarnam monstros e não heróis. Foi criado por João Mariano,  desenvolvido no âmbito da Semana do Editor do RPGenesis 2013



Se vocês gostaram deste post não esqueçam de curtir nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/FALANDODERPG

terça-feira, 26 de maio de 2015

NETFLIX compra KAMEN RIDER, JASPION e Outras Séries TOKUSATSU




Segundo o site JBox.com.br , o NETFLIX acaba de fechar uma parceria com a distribuidora Sato Company e brevemente disponibilizará Tokusatsus clássicos, outrora exibidos pela extinta Rede Manchete e também uma série totalmente inédita, incluindo três filmes ambientados no universo desta.

De acordo com o site, as séries que ainda não tem data definida para serem disponibilizadas serão JaspionChangeman,FlashmanJibanJiraiyaNational Kid Black Kamen Rider dentre outras ainda ainda não divulgadas.

A série inédita é GARO, produzida pela Touhokushinsha Film Corporation e exibida originalmente de 7 de outubro de 2005 à 24 de março de 2006, pela TV Tokyo, no horário da 1h30min da madrugada. A série conta a história do herdeiro do título de Garo, o Cavaleiro Makai Dourado que combate as criaturas monstruosas conhecidas por Horrors.

Apesar das datas não estarem definidas, essa é uma ótima notícia e um ótimo momento para se assinar o NETFLIX.

JASPION para SPACE DRAGON



Olá pessoal!

Atendendo aos pedidos de um dos últimos posts, eu trago outra adaptação de um Tokusatsu  para Space Dragon, dessa vez, para alegria da nação, o Jaspion.

Espero que gostem e não se esqueçam de comentar, valeu e até a próxima!



Se vocês gostaram deste post não esqueçam de curtir nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/FALANDODERPG

segunda-feira, 25 de maio de 2015

7 Maneiras de Comemorar O Dia do Orgulho Nerd na Internet




Hoje é o dia do orgulho Nerd, hoje é dia de comemoração! Como não poderia deixar de ser, o Falando de RPG não deixou de marcar presença nesta maravilhosa data e preparou um post com alguns presentes da internet para os Nerds de plantão, para acessar é só clicar nos títulos.



Sem saber o que fazer neste dia ou lendo este post no trabalho e mesmo assim desejoso de usufruir um pouquinho do lado nerd da força? Que tal ler as HQs do Muzinga, um quadrinho brasileiro, de grande qualidade tanto no traço quanto nos roteiros, disponibilizado pela internet e que também conta com outras histórias igualmente interessantes. Rápido, bonito e gostoso de ler, impossível não clicar no link.


Bem, você também pode ir visitar a sessão de contos do meu blog de literatura e ler alguma coisa por lá. Nada melhor do que no dia do orgulho nerd ler um pouco de literatura fantástica, não? Ah, se derem uma passadinha por lá, não esqueçam de comentar.


Nerds adoram filmes sanguinários e action figures, junte os dois, tempere com um pouco de cinema trash, bata tudo no liquidificador e jogue a mistura no fim dos anos 1980, essa é a receita de cinco filmes sensacionais que divertem muito e estão upados no youtube para quem quiser ver.


Nerds também gostam de história, ciência e conhecimentos no geral, ainda mais quando tudo vem de graça. Pois bem, o site domínio público tem um acervo gigantesco de grandes obras, sejam literárias, científicas ou artísticas de um modo geral, se você ainda não conhece, vale a pena conhecer e garimpar com sua perícia nerd aqueles corredores virtuais. 


Continuando na mesma pegada do item 4 que tal viajar pelos museus do mundo sem sair de casa? Isso não só é possível como ficou bem fácil de se fazer com o link do site canal do ensino, vale a pena dar uma olhada, pois coisa boa é o que não falta.


Todo Nerd é um pouco, se não muito, saudosista e um dos grandes objetos desse saudosismo com toda certeza são os jogos eletrônicos antigos, se você é assim, não perca mais tempo, acesse o link e viva ou reviva a experiência de jogos dos consoles clássicos com o emulador online Console Classix.


Todo Nerd gosta de animações sejam elas independentes, japonesas, de heróis ou humor. Então, que tal conhecer um pouco do que rola no festival Anima Mundi? Aqui segue uma lista com algumas das melhores animações do ano de 2012

Bem, quase que o post de hoje não saía, mas saiu.
Espero que gostem e se gostarem não esqueçam de curtir nossa página: https://www.facebook.com/FALANDODERPG





sexta-feira, 22 de maio de 2015

20 Edições Inesquecíveis da Dragão Brasil





Há muito tempo atrás, bem, não tanto tempo assim, antes que a internet se popularizasse como o meio no qual os jogadores  e mestres de RPG têm acesso a diversidade de material de apoio existente, havia a Dragão Brasil.

A Dragão começou a ser publicada ainda em 1994 pela editora Trama, depois de diversas mudanças e com a queda nas vendas a revista encerrou suas atividades no ano de 2008, totalizando quase 15 anos de existência e alegria para muitos amantes do RPG. 

Responsável pela introdução do hobbie na vida de muita gente, a Dragão continha em suas páginas histórias em quadrinhos, resenhas, notícias, adaptações diversas de filmes, animes e desenhos animados no geral, bem como dicas para mestres e jogadores. Além de tudo isso, a revista possibilitou ainda a publicação de contos de literatura fantástica, cenários e sistemas de RPG, estes últimos com um preço muito mais acessível os gigantes da época. 

Dada sua importância para os jogadores de RPG, O Falando de RPG registra aqui uma lista bastante pessoal de dez edições inesquecíveis da revista, antes de mais nada é sempre bom frisar que esta lista não é das melhores, muito menos se esgota nela mesma, você pode não concordar e isso seria até bom porque aí você escreveria um post semelhante e a nostalgia se espalharia como um vírus :D


Dragão Brasil Nº 1 ( Dragon) 

Esta foi a primeira edição da amada revista e como a primeira vez é inesquecível aqui estamos registrando-a como o grande marco que iniciou toda uma história. Nesta edição, encontramos o esforço da formação de um público e também da propagação do nosso amado Hobby. Nas páginas desta edição, aventuras, resenhas de livros, apresentação do D&D e uma dica do mestre ensinando como se tornar um RPGísta. 




Dragão Brasil Nº 4 

Seguindo o mesmo modelo proposto pela primeira edição, a revista chega ao seu quarto número. Esta edição se torna um marco principalmente por causa do seu artigo da sessão dica do mestre onde apresenta a sempre presente tensão entre Jogador X Personagem. Destaque também para o artigo sobre heróis diferentes em D&D e o bizarro clã Cainitech, uma espécie de vampiros biônicos. 

Dragão Brasil Nº 5

Mais um acerto crítico da Dragão Brasil está gravado nas páginas do seu quinto número. Assim como na última edição, a Dragão Brasil Nº 5 se torna um marco graças a  sessão dica do mestre com o artigo " A Morte dos Heróis" onde se é apresentado os prós e contras de matar um herói. Destaque também para a resenha do primeiro RPG nacional, o Tagmar. 





Dragão Brasil Nº 19

Já sob o selo da editora Trama, a Dragão Brasil no seu número 19 apresenta uma outra boa discussão, em sua sessão de dicas para o mestre, debatendo sobre as características do vilão. No entanto, o maior destaque desta revista está na apresentação das regras e diretrizes para os jogadores de vampiro encarnarem caçadores. 

Dragão Brasil Nº 26 

Mais uma vez a Dragão Brasil se torna inesquecível pelas suas dicas de mestre, dessa vez com um texto comentando sobre como lidar com advogados de regras em sessões de RPG. No entanto, o bom conteúdo da revista não acaba por ai, pois em suas páginas ainda encontramos uma adaptação das gárgulas para vampiro e fichas do Godzilla para vários sistemas, dentre eles o Ad&d.



Dragão Brasil Nº50 

Dar um salto temporal tão grande é difícil, mas necessário, pois esta edição foi de fato um grande divisor de águas na trajetória da revista e inaugurou a construção do seu primeiro cenário oficial, o Tormenta. O número 50 foi uma edição comemorativa que acompanhou o manual do cenário, um livreto de 80 páginas que marcou a vida de muitos mestres e jogadores que abraçaram o Tormenta como seu. 


Dragão Brasil Nº 58

Na sua quinquagésima oitava edição, a Dragão Brasil grava seu nome na história novamente ao trazer uma compilação de todo o seu material de ambientação produzido para o antigo mundo das trevas em um só livro, presenteado todos os amantes das criaturas da noite com um cenário brasileiro. 





Dragão Brasil Nº 60

Na edição Nº 60, a Dragão Brasil soprava velinhas comemorando o seus cinco anos de existência e publicação contínua e como já era de praxe, quem ganhou o presente mesmo foram os leitores com uma edição revisada do RPG Defensores de Tóquio que a partir de então ficou conhecido como 3D&T. 


Dragão Brasil Nº 65

Cinco números após completar aniversário, a Dragão Brasil traz outras grandes materiais as quais transformam a edição de Nº 65 em inesquecível. Em suas páginas encontramos a esperada notícia do lançamento da 3ed. do D&D, bem como, a classe do anti-paladino e também a sensacional matéria sobre os Lobisomens, uma adaptação para Trevas e Storyteller  do arquétipo clássico dessas criaturas macabras. 



Dragão Brasil Nº 74

O número 74 da Dragão Brasil também é memorável, nele se pode encontrar um mini-cenário chamado Mil e Uma Aventuras, uma adaptação do mundo islão e árabe para o RPG, além disso nos é apresentado o Sha'ir uma classe mágica que tem controle sobre um gênio. A revista ainda nos trás uma ótima dica do mestre debatendo como manter um jogo em um cenário histórico sem dores de cabeça. 

Dragão Brasil Nº 89

A edição número 89 foi a primeira que adquiri, na época eu estava jogando D&D e não tinha nenhum livro, mas a chama de narrar aventuras já me tomava, então vi a capa dessa revista e de todas ela se tornou a mais memorável para mim, pois acompanhava um mini-RPG do Conan :D, meus problemas haviam acabado. Infelizmente, nunca cheguei a jogar com essas regras, mas elas alimentaram meu sonhos. Além desse mini- RPG, a revista também trás um grande artigo sobre medo dentro do RPG.




Dragão Brasil Nº 97

Outra maravilhosa edição da Dragão Brasil, o número 97 trás uma adaptação do cenário Rokugan, ambientação do jogo mais popular de samurais do mundo o The Legends of Five Rings, para 3D&T, inclusive esse foi o período que eu tive grande vontade de jogar o 3D&T, algo que até hoje não ocorreu. Entre suas páginas também podem ser encontrados uma ótima matéria clássica sobre vampiros anciões e para completar este registro ainda destacamos dois ótimos artigos, o primeiro sobre os nomes dos personagens e o segundo sobre dicas de campanha.

Dragão Brasil Nº 98 

O número 98 quase não entrou nesta lista, apesar de ter uma ótima adaptação do filme Piratas do Caribe com talentos e uma nova classe básica. O motivo pelo qual entrou é bastante simples: mais uma vez um acerto crítico da sessão dicas de mestre com um artigo sobre como macetes de escritor podem facilitar a vida dos mestres





Dragão Brasil Nº 100

 Número comemorativo que com toda certeza tem que estar por aqui, afinal, só de faz 100 edições uma vez na vida. Nesta edição, os leitores foram presenteados com uma série de listas com cem itens cada, algumas muito boas, outras nem tanto, mas que de qualquer forma deixaram sua marca nessa centésima edição.


Dragão Brasil Nº 104

O número 104 da Dragão Brasil entra nesta lista graças aos seus artigos de dicas, um deles inclusive escrito pelo Tio Nitro. Em suas páginas encontramos uma discussão bastante interessante sobre o bem e o mal e suas nuances, além do artigo do Nitro sobre o guerreiro e suas possibilidades interpretativas. Fica ainda como menção honrosa a lista de magia para 3D&T do anime Slayer. 




Dragão Brasil Nº 112 

A edição Nº 112 entra nessa lista porque marca a primeira edição pós trio tormenta, na época a revista foi assumida pelo pessoal do portal RPG que a levou com todas as suas forças e com a mesma qualidade de antes até os seus últimos dias. 


Dragão Brasil Nº 118 

A edição número 118 marca a estreia do que seria o novo cenário oficial da Dragão Brasil, o Crônicas da 7ª Lua, bem diferente de seu antecessor, o cenário trazia um clima meio dramático com a morte dos deuses e também flertava com viagem planetária. Nesta revista ainda se pode encontrar um ótimo artigo sobre como mestra para iniciantes. 





AS TRÊS DRAGÕES ESPECIAIS MAIS INESQUECÍVEIS

                     


Para finalizar a lista, citamos aqui três edições especiais da Dragão Brasil. O primeiro fascículo trazendo o Defensores de Tóquio em sua primeira versão, o Terceiro trazendo o "modo avançado dos Defensores" e por fim a edição número seis com a primeira versão do jogo Trevas. 

Bem pessoal é isso espero que tenha gostado e não deixem de comentar 
Ah e se não conhecem nossa página no Facebook, acessem e curtam: https://www.facebook.com/FALANDODERPG




quinta-feira, 21 de maio de 2015

5 Livros de RPG Liberados para Download Gratuito







Olá pessoal, estamos de volta com mais um post e dessa vez trazemos uma lista de RPGs que podem ser baixados gratuitamente pela internet sem ferir nenhum direito autoral. Como todo bom mestre e jogador adorar ter uma gama de sistemas nem que seja apenas para ler, mas nem sempre tem a grana necessária para comprar novos jogos, resolvi fazer essa compilação.

Espero que gostem!


Bravos é um jogo narrativo que teve sua versão alpha disponibilizada pelo seu criador, o Júlio Matos. O livro é lindo, de uma qualidade impecável e só pelo plot já vale a leitura, segue logo abaixo, nas palavras do próprio autor a temática do jogo:

Bravos é um jogo onde os personagens são Pré-Adolescentes entre 10 e 14 anos. Sua pequena vila foi invadida por uma força maligna que aprisionou todos aqueles que eles amam, forçando-os a fugir em busca da ajuda de algum heróis para proteger sua cidade.
Nesta jornada os Bravos precisarão ficar unidos, usar sua bravura e vencer seus temores enquanto tentam se manter seguros.Seus laços lhes ajudarão em sua jornada, mas há perigosos e sanguinários perseguidores em seu encalço. 

AÇÃO

De acordo com um post de 2010 do blog RPGista o RPG Ação foi disponibilizado pelo seu autor de maneira gratuita e por isso figura nessa lista. Foi uma das primeiras adaptações brasileiras do sistema D20 e traz como temática a possibilidade de jogos com uma temática contemporânea, vendido como um bom jogo para iniciantes, o jogo foi vendido em bancas e ainda entregue algumas vezes de maneira gratuita com a compra da finada Dragão Brasil.


Microlite20 é uma versão super resumida do sistema d20 feita por Robin V. Stancey e traduzida para o português por Daniel "Nerun" Rodrigues. Sistema rápido, enxuto e perfeito seja para aventuras rápidas seja para campanhas longas, ideal para qualquer pessoa que não quer abrir mão do RPG, mas não tem mais tempo de se deter a longas preparações e regras mais encorpadas.


Mundo Perfeito, em minha opinião, é a obra prima do game designer John Bogéa, com um sistema elegante e uma ambientação de tirar o fôlego, que tem como referências obras como Matrix e Neuromancer, O Mundo Perfeito é um jogo perfeito para quem adora realidade virtual, distopia e cyberpunk. 


Outros Horizontes é um jogo de narração colaborativa, bem genérico e simples criado pela Shae Davidson e traduzido por Silas Lima da Fan Page RPGs Mínimos. Um jogo ideal para duas pessoas, mas que pode ser jogador por mais sem muito esforço, consiste em apenas duas páginas que apresenta tudo o que é necessário para se jogar. 


Um dos meus jogos favoritos do concurso Faça Você Mesmo da Secular Games e para minha alegria um dos vencedores da edição de 2014, Factum é um jogo narrativo, que consome exata uma hora de nosso tempo e permite a quatro jogadores narrar os últimos momentos da vida de um mago.

Se você gostou deste e de outros posts curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/FalandodeRPG

Bravos é um jogo onde os personagens
são Pré adolescentes entre 10 e 14 anos. Sua
pequena vila foi invadida por uma força maligna
que aprisionou todos aqueles que eles amam,
forçando-os a fugir em busca de ajuda de algum
Herói para defender sua cidade.
Nesta jornada os Bravos precisarão car unidos,
usar sua bravura e vencer seus temores enquanto
tentam se manter seguros. Seus Laços lhes
ajudarão em sua jornada, mas perigosos e
sanguinários perseguidores em seu encalço
Bravos é um jogo onde os personagens
são Pré adolescentes entre 10 e 14 anos. Sua
pequena vila foi invadida por uma força maligna
que aprisionou todos aqueles que eles amam,
forçando-os a fugir em busca de ajuda de algum
Herói para defender sua cidade.
Nesta jornada os Bravos precisarão car unidos,
usar sua bravura e vencer seus temores enquanto
tentam se manter seguros. Seus Laços lhes
ajudarão em sua jornada, mas perigosos e
sanguinários perseguidores em seu encalço

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Especialização para Space Dragon: KAMEN RIDER



Olá senhoras e senhores! 
Estamos de volta e trabalhando a todo o vapor, então podem esperar muitos e muitos post :D ! Hoje trago para vocês uma especialização para o jogo que estou narrando no momento, o Space Dragon. A especialização que vocês vão conferir logo abaixo é uma pequena adaptação do meu herói japonês favorito, o Kamen Rider, espero ter conseguido passar bem o clima do personagem nas estatísticas, mas enfim, sem delongas, aqui vai!



terça-feira, 19 de maio de 2015

FALANDO DE RPG: O RETORNO



Olá senhoras e senhores!!!!

Nós estamos de volta! Sim, o Falando de RPG retornou dos mortos muito por causa das pessoas que curtem, comentam e compartilham nosso conteúdo lá no Facebook ( ainda não curtiu nossa página? Corre lá https://www.facebook.com/falandodeRPG) uma turma que fez a página sair de 300 curtidas para mais de 1000 e que acabaram por me trazer o gás necessário para voltar para este espaço.

Sendo assim, aviso que voltaremos aos posts com dicas, acessórios achados na internet e suplementos autorais, além claro de algumas pitadas de humor, motivo pelo qual a página no Facebook cresceu tanto.

E para dizer que só fiquei no blá blá blá, eu deixo aqui um top 10 de posts encontrados em nossos arquivos para você já entrar no clima e saber o que vai encontrar ou reencontrar por estas bandas. 

Pensando em criar um mundo fora dos padrões tolkianos e orientais? Que tal dar uma olhada na mitologia indígena?

Precisando de alguns nomes, mas está sem ideia? Aqui está sua solução!

Quais são os elementos cruciais para tornar cenas memoráveis? Descubra em um dos nossos primeiros artigos

Cansado de jogos medievais voltados a exploração e assassinato de monstros? Que tal inserir elementos investigativos neles?

Como não desprotagonizar os jogadores? Neste post discutimos este assunto.

Se você não consegue fazer nada além de um bizarro boneco palitinho e mesmo assim que fazer as ilustras dos seus personagens, saiba que seus problemas acabaram

Gosta de Lovecraft? Gostaria de um jogo narrativo, rápido e gratuito sobre sua obra? Então clique no link e divirta-se.

Que tal um louvor sobre o privilégio de ser nerd? Saca aí e divirta-se

Uma discussão sobre a importância de sempre dar ao seu personagem uma boa história de início.

Achando difícil narrar em cenários bem estabelecidos como Senhor dos Anéis? Talvez esse artigo possa ajudar você
« Página Anterior Página inicial